Pages

domingo, 27 de dezembro de 2009

Que venha 2010


Esse ano posso dizer que foi um ano de grandes conquistas e desafios. Até o fim de março de 2009 eu ainda estava nos Estados Unidos, nessa época conheci lugares maravilhosos como Vermont, Boston, NYC e Miami.
Foi uma experiência e tanto conheci belos lugares, fiz grandes amizades e acho que foi uma viagem de superação também.
Trabalhei em três lugares diferentes fazendo coisas que nunca tinha feito na vida e me surpreendi com o resultado. Trabalhei como garçonete em um restaurante refinado e quando o cara me contratou eu disse que tinha experiência (mentira). No começo foi meio desastroso porque os pratos eram complicados de entender e tinha que ter um ótimo inglês para fazer recomendações aos clientes.
Ralei bastante e não ganhava tão bem (as gorjetas eram minha salvação).
Começei a procurar um outro emprego, achei um que era bem divertido. Lá eu trabalhava como dealer numa festa internacional com cassino. Aprendi a jogar Black Jack e sempre aproveitava a festa depois do trabalho.
Depois de um tempo arrumei um outro emprego como fotógrafa numa loja da estação de ski. Disse à minha chefe que tinha equipamento( verdade), que poderia aprender a esquiar , que aguentava o frio de até - 30 graus e que sabia tirar fotos por causa da faculdade de jornalismo.
A ultima parte até que era verdade porque eu tinha feito aula de fotojornalismo na faculdade, ja as outras partes seriam outros grandes desafios.
Eu saía correndo do trabalho de fotógrafa para o outro no restaurante e quando eu vi ja estava treinando outras pessoas da equipe e meu chefe disse que eu era uma das pessoas em que ele mais confiava e uma das melhores profissionais.
Eu pegava de manhã cedo na loja de fotos e saía as 16h que era a hora que eu pegava no restaurante. A rotina foi BEM puxada, acordava cedinho e chegava em casa depois de meia-noite quase todos os dias.
Na loja, aos poucos, fui conseguindo esquiar e superar o frio. Minha chefe era uma pessoa dificil e bem exigente e tinha dias em que eu só queria correr para casa e chorar.
Consegui aprender a esquiar( (incluive já esquiava muito bem ao final da temporada), tirar boas fotos e aguentei o frio. Eu era esforçada e aos poucos fui recebendo o valor que merecia dentro desses trabalhos.
Num dos últimos dias de trabalho na loja de fotos recebi um prêmio porque uma das minhas fotos tinha sido a mais criativa de todas. Fiquei orgulhosa e aos poucos tinha conseguido me desenvolver profissionalmente.
No fim do trabalho minha chefe ficou extremanente grata e fez até um jantar de despedida na casa dela para mim e minha irma, que também trabalhava na loja. Ela disse inclusive que se quiséssemos voltar na próxima temporada já teríamos emprego garantido.

Nesse final de ano passei por algumas dificuldades como término de namoro, emprego novo e monografia. Muitas vezes chorei achando que não iria conseguir, mas como disse uma amiga minha o que não mata, fortalece.
Eu descobri uma mulher que nem sabia que existia aqui dentro, ela andava meio escondida e do nada ela ganhou uma força incrível.
Sabe quando o superman está na rua ai acontece uma emergência e ele arranca a roupa e aparece a roupa de super heroi? Ai ele sai voando pra resolver o pepino da vez.
Então foi mais ou menos assim que me senti, uma super heroína!!!
Consegui me superar nesse final de ano e mesmo não fazendo grande alarde das minhas realizações, fiquei muito orgulhosa.
Tive que aprender a lidar com o término de um namoro, continuar na luta para arrumar um emprego e dar continuidade a monografia.
O resultado disso foi: Monografia defendida e concluída, com uma nota que não esperava, 9,5, e com muitos elogios sobre o conteúdo do trabalho pelos meus professores.
Consegui um bom emprego e no trabalho minha chefe disse que fui além das expectativas.
Os frutos desses desafios?
Estou colhendo ao longo da vida...
Tem dias em que me coloco em dúvida ainda, mas aí lembro de tudo que passei e vejo que mesmo quando as coisas parecem impossíveis para mim elas não são. Afinal de contas ainda guardo minha roupa de super heroína para os próximos desafios do ano que está para chegar.

4 comentários:

Kelly Siqueira disse...

noossa, que coisa mais linda essa postagem! na boa que me emocionei ao ler, realmente, existe sim uma heroína aí que aparece nas horas mais dificeis e consegue vencer todas as barreiras que surgem. parabens pelas conquitas, de coração. abraços e um super 2010!

Silvia disse...

A vida é muito estranha,mas eu acho que a gente não tem parar e pensar "nossa que coisas estranhas acontecem na minha vida!",mas,acho eu,que a gente tem que entender como chegamos a onde estamos,para repetir ou não,e tentar sai disso caso necessário.
Eu espero que Deus sempre te de sabedoria para sair de problemas.Você escreve muito bem e o post está de emocionar.
Feliz 2010
(http://sil.wayne.zip.net/)

RAULINO.COM2 disse...

Aceita parcerias ?
Baixakynet.blogspot.com
Recados na cbox

Fábio disse...

Salve, salve, em primeiro lugar queria te desejar um otimo 2010 e tambem convidála a conhecer meu trabalho através do blog Ecos do Teleco Teco (www.ecosdotelecoteco.blogspot.com) Grande abraço... e sucesso aí com o blog